Bem-vindo à Magnum Vinhos.

Deve ter idade legal para entrar neste site.

Ao clicar em entrar, está a confirmar que tem a idade legal para consumir bebidas alcoólicas no seu país.

© 2020 Wine Magnum.Todos os direitos reservados. M&A Digital
Bem-vindo à Magnum Vinhos
Pesquisa de Vinhos
Menu Fechar

MAGNUM VINHOS

A Magnum – Carlos Lucas Vinhos, nasce em 2011, na Quinta do Ribeiro Santo, no Dão, a que se juntaram os vinhos Baton, do Douro. 

Com preocupações ambientais e respeito pela terra, a empresa viria a conquistar, em 2014, o prémio de agricultor do ano, atribuído pelo Ministério da Agricultura de Portugal. Prossegue uma estratégia de crescimento sustentável, com respeito pela terra e pelos vinhos, procurando mostrar o sublime autêntico de cada uma das regiões onde planta vinhas.

Adega Magnum Vinhos
Adega Magnum Vinhos
Equipa
Equipa
Loja Magnum Vinhos
Loja Magnum Vinhos
Equipa Magnum Vinhos
Equipa Magnum Vinhos
Equipa
Equipa
Equipa
Equipa
O ENÓLOGO 0
O ENÓLOGO

Carlos Lucas nasceu em Coimbra, mas sempre esteve ligado ao Dão. Homem da terra, lavrador moderno, tem um percurso de mais de 25 anos nos vinhos: Montpellier, Piemonte, Priorat, Vale de S. Francisco e Portugal

Foi um dos propulsores do moderno Dão. Em 2008 viu o seu trabalho reconhecido ao ser distinguido como “Enólogo do Ano” pela Revista dos Vinhos. Carlos Lucas mantém o nariz nos vinhos e as mãos na vinha, desenhando o perfil dos vinhos e concebendo o portefólio.

A geografia da Magnum Wines estende-se ainda ao Alentejo, Verdes e Douro, mas também se afirma no Dão com a aquisição da Quinta de Santa Maria, em Cabanas de Viriato. Vinhas velhas, com mais de vinte anos, plantadas em dez hectares com cepas de Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro e Jaen. O primeiro vinho, vindimado em 2018, estará no mercado em 2020

A EQUIPA 0
HISTÓRIA

Em 1995, o seu pai adquiriu a Quinta do Ribeiro Santo em Carregal do Sal, remodelou a casa e replantou a vinha onde se encontra atualmente a produção vínica dos seus vinhos de assinatura da região do Dão. O primeiro vinho com a marca Quinta do Ribeiro Santo é lançado para o mercado em 2000.

A grande ascensão ocorreu a partir do ano 2000, quando iniciou no Douro a vinificação da Quinta de Sá de Baixo e da Quinta das Tecedeiras. Logo no ano de 2001, abraçou um novo projeto na Bairrada com a Quinta do Encontro.

 

Carlos Lucas apostou na internacionalização com a produção de vinhos no Vale de São Francisco no Brasil, no Piemonte em Itália e também no Priorat em Espanha. Ao seu vasto portefólio acrescentou a Herdade Monte Cal no Alentejo e a Quinta do Gradil em Estremadura.

 

Após um grande sucesso, marcando a sua presença, reconhecimento e prestigio no mundo dos vinhos, deixou a administração e enologia da Global Wines (Dão Sul) em 2011.

 

Neste mesmo ano Carlos Lucas, cria a Magnum – Carlos Lucas Vinhos Lda acrescentando no Dão a Quinta da Alameda, no Alentejo o projeto Maria Mora e no Douro o microprojecto de grande qualidade Baton.

HISTÓRIA 0
HISTÓRIA

Paralelamente ao seu projeto Carlos Lucas assumiu também a enologia de projetos com valor acrescentado privilegiando a qualidade em detrimento da quantidade. 

Assim foram aparecendo no Douro a Quinta das Tecedeiras, o projeto da família Monteiro (Piorro – Douro) e o projeto Nunes Barata no Alentejo.

 

No decorrer dos anos e com o seu vasto currículo tanto como administrador como enólogo, Carlos Lucas foi vendo o seu trabalho ser reconhecido com vários prémios e distinções sendo de salientar a sua empresa “Empresa do Ano em 2002”, “Empresa do Ano em 2006” e “Enoturismo do ano em 2008”. Em 2008 também lhe foi atribuído o prémio de “Enólogo do Ano” em Portugal pela “Revista de Vinhos”. Tem estado presente como presidente do júri desde 1997 no Challenge International du Vin em Bordeaux.

 

Foi membro do comité de marketing da Viniportugal e conselheiro da Comissão Geral da Comissão Vitivinícola Regional do Dão.

 

HISTÓRIA 2
HISTÓRIA

É membro da Confraria dos Enófilos da Bairrada, Confraria dos Enófilos do Dão, Confraria da Chanfana, confrade de mérito da Confraria dos gastrónomos dos Açores, e Comendador de mérito da Confraria de Santo Urbano e São Vicente.

À data Carlos Lucas continua a somar conquistas, e a deixar a sua presença bem vincada no mercado vinícola, com a distinção e qualidade dos seus vinhos. A criação é constante colocando todos os anos novos vinho e conceitos que têm marcado as regiões onde produz, sendo sem dúvida atualmente a imagem de vinhos irreverentes como o Ribeiro Santo ET, o Automático e o Ribeiro Santo Grande Escolha que definem bem o seu conceito.

Carlos Rodrigues 0
CARLOS RODRIGUES

Carlos Rodrigues é Bairradino, com uma forte ligação à terra e à cultura do vinho.

Em 1990 começou a sua carreira como enólogo, tendo por mestre o conceituado Eng. Mário Pato, que durante 4 anos lhe transmitiu 60 anos de estudo dedicados à enologia.

 

Durante a sua carreira teve oportunidade de produzir vinhos em várias regiões do país, com especial destaque para a arte de produção de espumantes e aguardentes.

 

Carlos Rodrigues acredita que a arte de fazer vinho não é estática e por isso desde sempre acompanhou a enologia com a investigação e desenvolvimento, participando em diversos estudos científicos pioneiros com as mais conceituadas universidades portuguesas.

teste 0
NATALIA KORYCKA

A polaca que conheceu o nosso país quando veio fazer Erasmus para Lisboa. 

Depois de acabar licenciatura em linguas (espanhol e português) e o mestrado em biotecnologia mudou-se para terras lusitanas, onde consegiu aliar dois amores: a ciência e a cultura.

 

Começou a trabalhar como enóloga com Carlos Lucas.

 

Natalia nunca quer perder oportunidades de aprender coisas novas por isso participou na vindima em Mendoza, Argentina.

NADIA RODRIGUES 0
NADIA RODRIGUES

Nádia Rodrigues é do Porto e nunca teve ligações ao vinho. Após concluir estudos em Ciências, decide enveredar pela Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Ao mesmo tempo, também começa a trabalhar para a Quinta do Noval a promover e divulgar os seu vinhos. 

Desde esse momento vê em si criado o bichinho da vinha e do vinho. Essa promoção, que seria apenas no Verão estende-se pelos 3 anos de Licenciatura. Inicia estudos em Relações Internacionais e de seguida tira um Curso de Especialização em Enologia. Passou ainda pela Niepoort antes de chegar ao Carlos Lucas – apenas trabalhou em duas empresas antes de se cimentar na Magnum. Foi na Niepoort que descobriu mais e melhor os vinhos do Dão e da Bairrada, regiões que hoje considera as mais imponentes e carismáticas de Portugal.

Acredita que só se pode saber, fazendo. Acredita estar no sítio certo com as pessoas certas. Uma aprendizagem constante, com a intuição, vontade e criatividade de quem quer saber fazer mais e melhor.

Bernardo Santos 0
Bernardo Santos

Nasceu em Leiria e mudou-se para Coimbra com os seus 18 anos. Estudou na Escola Superior Agrária de Coimbra e tirou a licenciatura em Agricultura Biológica.

Durante os estudos fez vindimas na Bairrada e no Douro acabando por vir trabalhar com Carlos Lucas após terminar os estudos.

 

Desde então dedica-se à viticultura e à enologia. A paixão pelos vinhos surgiu numa idade jovem. Esta paixão incutida pela família por serem grandes apreciadores de vinhos.

 

Bernardo é uma pessoa apaixonada pelo que faz e com um grande orgulho da cultura portuguesa. Considera a casta encruzado a melhor casta de brancos do país. Esta que faz vinhos brancos de grande qualidade e com grande capacidade de evolução em garrafa.